Dieta mental

Quem me conhece sabe que tenho muito interesse em tudo que é relacionado ao mar, principalmente nos passeios pela nossa costa a bordo de um veleiro e foi em uma velejada com 3 amigos na Região do Saco do Céu, em Ilha Grande, que conheci a Dieta mental

Embarque comigo nesta viagem e reflita como esta dieta poderá auxiliar você, tanto na vida pessoal quanto profissional.

O Let it Be, nosso veleiro, singrava na rota prevista, com todo o seu garbo, estávamos há 2 dias velejando e a cada momento nos deparávamos com paisagens paradisíacas e como o clima estava ótimo, não tínhamos muito trabalho na condução do barco, apenas curtíamos a velejada e os deliciosos pratos preparados por um dos companheiros de viagem que tinha como hobby, a arte de cozinhar. Estávamos comendo tão bem que cheguei a sugerir aos demais que ao fim do passeio, fizéssemos uma dieta para voltar ao peso habitual.

Todos concordaram e um dos tripulantes, que também era Coach, sugeriu que fizéssemos uma dieta imediatamente – não uma dieta alimentar, mas uma dieta mental, pois este seria o ponto de partida para uma vida mais feliz. Fez a sugestão e explicou do que se tratava.

– Quando fazemos alguma dieta alimentar deixamos de consumir alimentos que possam prejudicar o objetivo da dieta, isto é, se temos pressão alta necessitamos reduzir drasticamente o sódio da nossa alimentação. Da mesma maneira em uma DIETA MENTAL você deixa de falar (e pensar) em tudo que envenena o seu espírito, é como se fosse uma ecologia mental.

– Em verdade não é um bloqueio, mas sim um exercício para que os seus pensamentos e palavras fluam de uma forma positiva, dou um exemplo:

– Se durante a sua vida, você pratica esportes regularmente, fazendo alongamentos de forma correta, seu corpo ficará mais flexível e quanto mais flexível você se mantiver, menores serão as chances dos sofrimentos rotineiros da velhice – as famosas dores nas juntas. Você se prepara para que não tenha este tipo de desconforto no futuro.

– O que proponho com esta dieta é algo semelhante. Que através da dieta mental você se prepare para certa “flexibilidade mental” a fim de que as forças que estão sobre nós tenham pouca influência: pressões de trabalho, tensões sociais, excesso de tragédias na mídia, etc.

– Nós devemos ter nossa mente preparada aos acontecimentos deste tempo em que vivemos. Se você mantiver uma atitude mental diferenciada, seu comportamento será diferente, quase sem tensões, amarguras, angustias, insônia, ansiedade e tantas outras coisas que nos envenenam.

– Isto vocês conseguem pela persistência. A persistência fará com que se forme um hábito.

Basicamente funciona assim:

Entender o mecanismo         Vigilância   →   Persistência    →    Hábito

O alimento mental é muito importante. Você é conforme você pensa.

O pensamento que você nutre é que determina seu estilo de vida.

Se você pensa de forma positiva e otimista, pensa em sucesso, em alegrias, saúde e felicidade sua vida será abundante de sucesso, saúde, alegria e claro, repleta de felicidade.

Se você é preocupado, irado, só pensa em fracasso, doenças e coisas do tipo, sua vida será repleta destes acontecimentos.

Quando pensamos, os neurônios se conectam através de cargas elétricas que, em movimento, geram campos magnéticos. Isto nos torna semelhantes a uma antena de rádio, emitindo ondas em determinadas frequências. Por isso temos a tendência de atrair pessoas que têm a mesma sintonia que nós.

Quando você pensa ou é estimulado por fatores negativos, o seu corpo e sua mente vão sendo moldados com este tipo de vibração, prejudicando a sua saúde e o seu comportamento pessoal e profissional.

Você já pensou que muito de seu estresse, desanimo, insucesso é apenas consequência de como pensa?

O pensamento que você nutre é o que determina o seu tipo de vida, daí a necessidade da dieta mental que consiste em assumir o controle consciente de seus pensamentos por um prazo determinado, o suficiente para se tornar um hábito.

Se nos empenharmos na Dieta Mental veremos que estamos diante de uma excelente oportunidade de eliminar os padrões negativos e destrutivos dos sentimentos, pensamentos e ações que são resultados da vida de reação emocional e indisciplina mental.

A escolha em como vivemos é individual e depende de como enxergamos a vida, suas dificuldades, surpresas e circunstancias.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *